Buscar
  • Circulô

O que é economia circular e moda circular? O que significa na prática do consumo de moda?

1. O que é economia circular?


O modelo de economia circular visa utilizar racionalmente os recursos e se opõe ao processo produtivo linear baseando-se na inteligência da natureza, onde os resíduos são insumos para gerar novos produtos. O conceito também é conhecido como “cradle to cradle” (do berço ao berço): não há resíduos e tudo é continuamente aproveitado para uma nova etapa.

A economia circular é benéfica para a sociedade, meio ambiente e também para as empresas. De acordo com um relatório da Fashion for Good e da Accenture Strategy, os modelos econômicos circulares podem elevar as margens de lucro das marcas.



2. O que é moda circular?


A moda circular é inspirada nos conceitos de ‘economia circular’ e ‘moda sustentável’.

Embasada no quadro de economia circular da Fundação Ellen MacArthur, o conceito de moda circular cunhado pela Dra. Anna Brismar é:

"A moda circular pode ser definida como roupas, sapatos ou acessórios que são projetados, produzidos e fornecidos com a intenção de serem utilizados de forma responsável e eficaz na sociedade tendo maior tempo possível de vida útil e que, em seguida, retornam com segurança para a biosfera quando já não passíveis de uso humano."

(Dr. Anna Brismar, 2017, circularfashion.com)

A definição de moda circular é composta por 16 princípios que compreendem o ciclo completo de vida de um produto, do design, seleção de materiais, transporte, armazenamento, marketing e vendas, até a fase de uso e descarte. Os primeiros treze princípios estão sob a perspectiva dos produtores, os três últimos focam na perspectiva dos consumidores. Conheça todos eles:


1. Design com propósito

2. Design com foco na longevidade

3. Design levando em consideração a eficiência de recursos

4. Design com foco na biodegrabilidade

5. Design com foco na reciclabilidade

6. Origem e produção locais

7. Origem e produção sem toxicidade

8. Origem e produção mais eficientes

9. Origem e produção renováveis

10. Origem e produção com boa ética

11. Oferta de serviços que apoiem o ciclo de vida dos produtos

12. Reuso, reciclagem e compostagem de todos os restos

13. Colaboração abrangente entre todos os stakeholders da cadeia produtiva

14. Uso, lavagem e conserto com cuidado

15. Aluguel, empréstimo, trocas, segunda-mão ou redesign como alternativas mais sustentáveis ao invés de comprar algo novo

16. Compras focadas em qualidade ao invés de quantidade


Mas o que isso significa na prática?


· Na moda circular os produtos de moda devem ser projetados considerando aspectos como a durabilidade, eficiência de recursos, não toxicidade, biodegradabilidade e reciclabilidade.

· Recursos devem ser obtidos e produzidos visando recursos locais, não tóxicos, renováveis, biodegradáveis ​​e recicláveis, aliados às práticas eficientes, seguras e éticas.

· É preciso levar em consideração todo o impacto sociocultural e ambiental inserido na jornada de um produto.

· As mercadorias devem ser reconfiguradas para dar vida nova as suas partes.

· Os elementos e peças devem ser reciclados e reutilizados na fabricação de novos produtos.

· Os produtos devem ser aproveitados pelo maior tempo possível, consertando, preservando, remodelando e compartilhando o mesmo item com outras pessoas (através de troca, empréstimo, aluguel etc.)

· Caso não seja possível reciclar, o material biológico deve ser usado na compostagem, transformando-se em nutrientes para organismos vivos do ecossistema.


Acompanhe-nos nas redes sociais e faça parte dessa mudança!

INSTAGRAM

FACEBOOK

0 visualização

se inscreva

na nossa lista de contatos e fique por dentro das novidades 

TODOS OS DIREITOS RESERVADOS   ©    |    2019    |    CIRCULÔ